segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Porto 2-0 Sporting


Os números nem sempre provam nada,mas neste caso espelha bem o que se passou dentro do campo.

Um Porto que teve 15 minutos iniciais muito bons,que culminou com um fantástico golo de Jackson Martínez aos 10 minutos, e um Sporting que achava que o campo tinha 50 metros e não os 105 metros oficiais.
Pouco depois Maicon(o tal que é pior que o Bolo de Arroz) sai lesionado e a equipa parece ter sentido  o toque e baixou de intensidade(embora possa ter sido mera coincidência).
Mas apesar disso continuou a controlar o jogo e os 0 remates com que o Sporting termina a 1ªparte,mostra qual foi a táctica adoptada pela equipa de Alvalade(aliás no jogo todo).

Na 2ªparte era mais do mesmo,até que ao minuto 55 surge o 1º caso do jogo.

Alex Sandro tenta passar por Boulahrouz e Cédric mas a bola fica para os jogadores do Sporting.
Cedric está no chão e sabe que a bola está perto do braço(existe uma imagem em que se vê que ele olha para a bola) e comete um penalti tão patético como desnecessário.

Mas na marca dos 11 metros Lucho não foi capaz de bater Rui Patrício e atira ao poste,desperdiçando a oportunidade de aumentar a vantagem.

Aos 72 minutos Marcos Rojo é expulso por acumulação de amarelos,apenas 2 minutos depois de ter visto o 1ºcartão.
Ambas as faltas justificam o cartão,por isso nem sei como pode existir alguém a dizer que é mal expulso.

Aos 79 minutos Alex Sandro trava Elias junto da área Portista,vê o cartão amarelo justamente e pior que isso sai lesionado quando o Porto tinha esgotado as substituições.
A 11 minutos do fim ficam 10 vs 10 e o Sporting vê nas bolas paradas o milagre de não sair derrotado do Dragão.
Aos 80 minutos (na sequência do lance referido) Pranjic faz o 1ºremate do Sporting á baliza de Helton (lembraram-se que sem remates não se marcam golos),o guarda-redes Portista defende com classe e cede canto.

Aos 82 minutos o 2ºcaso do jogo.

Após cruzamento de Moutinho,Eliaquim Mangala cabeceia á trave e na disputa pela sobra da bola Boulahrouz e Jackson Martinez envolvem-se com o Portista a cair e o árbitro Jorge Sousa a marcar grande penalidade.

A verdade é que Boulahrouz mete o braço em Jackson,mas não me parece ter sido o suficiente para castigo máximo.
James faz o 2-0 e deixa o público do Dragão mais tranquilo,além de poder dar motivos ao Sporting para delegar culpas do mau resultado.

Luís Duque critica a arbitragem.

Já Oceano acha que os jogadores trabalharam bem. (Padrões muitos elevados).

Já Elias diz que a Partida foi estragada pela arbitragem.

Mas eu até entendo o ponto de vista deles,arbitragens isentas são como as do Sporting - Estoril ou Sporting - Gil Vicente.

Até o Beira-Mar (para mim a pior equipa do campeonato até ao momento) conseguiu fazer mais remates á baliza no jogo em que foi goleado por 4-0 no Dragão.

Com este resultado o Sporting caí para o 12ºlugar,apenas 1 ponto acima da linha de água,perfeitamente aceitável atendendo ao pouco que joga.

Abraço.

Palpites para a 10ªJornada.

7 comentários:

Frederico Ventura disse...

Achei piada os Sportinguistas culparem o arbitro neste jogo. Na minha opinião e como te disse com maior ou menor dificuldade o FCP acabaria por ganhar.

Não foi um jogo brilhante nem com muito esforço, diria que o FCP fez o suficiente.

Quanto aos casos, são na minha opinião difíceis de tomar razão. O 1º depende do critério dos árbitros o que é bastante abrangente.
O 2º é de difícil decisão, mas tal como tu, acho que foi um penalty bem cavado. Quanto à expulsão nada a dizer.

Se houve dualidade de critérios? (como diziam os verdes e brancos) talvez mas da maneira que o SCP jogava, nem assim iam lá.

Uma equipa que cria "a melhor" oportunidade de golo aos 80 min não pode culpar os árbitros.

PS: Achei muita piada à conferencia do "Mister Oceano". Ele deve ter confundido os jogos com os das equipas B.

PS 2: Grande golo do Jackson. Ah e acho melhor começares a pagar direitos do Bolo de Arroz!

Frederico Ventura disse...

* aí nos casos, falo dos penalties.É que eu penso um coisa uma coisa e já estou a escrever a seguinte xD. Por vezes dá barraca e ideias partidas.

Tomé Silva disse...

Olhando apenas para o jogo,foi uma vitória justa da única equipa que tentou ganhar o jogo.
Mesmo não fazendo um jogo brilhante o Porto venceu justamente a partida.

Toda a gente sabe a minha opinião sobre as arbitragens.
Quando é a nosso favor assobiamos,quando é contra pedimos a irradiação do árbitro.

Acho que são 2 lances susceptíveis de opiniões diversas(regra geral consoante a cor clubística)mas em ambos a infracção está lá,embora ache que no segundo não existe um contacto forte o suficiente para ser marcado penalti.

E como sempre as pessoas esquecem que uma coisa é ver o lance vezes sem conta,de vários ângulos,etc e outra é decidir na hora com apenas um ângulo e pelo que vi das repetições do ângulo do árbitro acho que marcaria os 2 penaltis.

Nada contra os Sportinguistas se sentirem prejudicados,mas quem for ler os jornais,blogues,etc sem ter visto o jogo,fica a pensar que o Porto apenas venceu por causa dos supostos erros dos árbitros.

Apesar de estar a atravessar um mau momento esperava bem mais do Sporting em termos ofensivos,até o Beira-Mar que levou 4-0 no Dragão criou mais perigo.

De facto o Oceano devia estar confundido com outro jogo...

P.S. Essa do Bolo de Arroz já tinha ouvido de um Sportinguista que não sabia escrever o nome do jogador sem recorrer ao google,mas de qualquer forma apresenta a factura que vai para o monte das dívidas -).

Abraço.

Inês de Sousa disse...

Vi o jogo e confesso que estava a torcer para o Sporting levar três ou quatro batatas. E eu até gosto do Sporting, sempre gostei. Mas achei que se não perdessem, a direcção iria ter como certo que a culpa da desgraça dos leões era do Sá Pinto. O que não me parece.

Não achei a arbitragem por ai além, já vi decisões piores. E no fundo, da maneira como o Sporting estava a jogar não foi a marcação dos penalties que fez diferença.

O Sporting deveria começar a pensar em pôr de lado o leão. Um gatinho sem unhas seria o mais adequado.

Tomé Silva disse...

Ainda bem que gostas do Sporting,nem quero imaginar se não gostasses -).

Inês de Sousa disse...

Pois, relendo o comentário, realmente fui um bocadinho má. Acho que me incomoda mais esta onda de fracasso por gostar do clube. Se não gostasse era-me indiferente :)

Tomé Silva disse...

Eu percebi logo isso.

Não deve ser nada fácil ser Sportinguista (ou gostar do clube) neste momento.