segunda-feira, 14 de abril de 2014

Youth League: Benfica 0-3 Barcelona

Não tinha visto nada desta competição,apenas ia sabendo dos resultados e ouvindo um ou outro comentário.

Mas tudo mudou após o Benfica ter vencido o Real Madrid por 4-0.
Comecei a ouvir grandes elogios á formação do Benfica,que os jogadores tinham sido enormes,gloriosos,que tinham cilindrado os Espanhóis e que era um feito enorme ter vencido o Real Madrid por aqueles números.

Decidi ver o resumo do jogo para comprovar tal feito e qual não é o meu espanto quando reparo que o Benfica jogou em superioridade numérica durante 75 minutos e que dos 4 golos marcados 3 foram de penalti.
Por momentos pensei que Duarte Gomes era o árbitro da partida,mas depois de ver que todos os penaltis foram justamente marcados (nenhum deixa dúvidas sequer) tirei logo essa ideia da cabeça.

Sendo assim decidi ver o jogo da final,o único jogo que vi desta competição.
Assim aproveitava para ver a formação do Benfica e do Barcelona,além de poder testemunhar uma final histórica já que é a primeira desta competição.
Claro que é sempre complicado avaliar os jogadores por apenas um jogo,mais ainda quando praticamente todos são desconhecidos para mim.

Mal vi a constituição da equipa do Benfica fiquei logo impressionado com o facto de jogar com 11 Portugueses.
Não é que eu seja racista ou xenófobo (longe disso),mas para mim nomes como Romário Baldé (Guiné-Bissau),Thierry Graça (Cabo-Verde) ou Estrela (Angola) não me soam a "Português puro".

Entretanto o jogo começou e o Barcelona marca cedo.
O Benfica foi á procura do empate e desperdiçou algumas boas situações,incluindo um penalti.
O Barcelona faz o 2-0 após uma arrancada fabulosa de Traore,bem concluída por El Haddadi.
Aliás para mim estes 2 jogadores foram os que mais se destacaram na equipa Espanhola.
Da parte do Benfica gostei de alguns pormenores de Gonçalo Guedes,Baldé e Rochinha.

Na 2ªparte o Benfica entrou a pressionar,mas nunca teve grande engenho para colocar a bola no fundo das redes.
Por seu lado o Barcelona ia criando algumas situações,quase sempre pelos mesmos do costume.
Até que aos 88 minutos o Marroquino El Haddadi marca um golo do meio campo,num lance em que Graça não fica muito bem na foto.

No final o 3-0 acaba por ser demasiado pesado para aquilo que se passou em campo,mas a vitória do Barcelona acaba por ser justa.
Foi a equipa mais madura em campo,que soube gerir melhor os tempos de jogo,além de revelar eficácia nos lances de maior perigo.
Mas pelos vistos alguns Benfiquistas acham que a derrota é injusta e que o Benfica só não venceu devido á falta de sorte e eficácia...

4 comentários:

Frederico Ventura disse...

Venceu aquela que aproveitou as oportunidades, o SLB não aproveitou as suas. Em relação ao jogo. Foi dividido ambos dominaram a espaços, mas como referi, ganhou quem aproveitou.

Aquele "marraquesh" el não sei das quantas joga muito e Traore corre muito. Eheheh.

Espero que o JJ (se continuar) dê uma oportunidade a alguns destes miúdos como o Rochinha, Guzzo, Nuno Santos.

Anónimo disse...

Para ti Eusébio é "Português Puro"?
É ridículo dizeres isso...volta para a toca

Tomé Silva disse...

Não, para mim Eusébio era Moçambicano,embora na altura em que veio para Portugal fosse uma colónia Portuguesa ao contrário do que se sucede agora.

Mas apartir do momento em que vejo Brasileiros naturalizados Portugueses já nada me choca.

Espero que nos últimos 4 anos tenhas mantido a toca bem limpa, estamos em crise e não dá jeito nenhum ter de fazer obras.

Tomé Silva disse...

O resultado acaba por ser enganador, tendo em conta o que foi o jogo.

Aquele Traore (será que tem mesmo 17 anos? ) foi sempre um enorme quebra-cabeças para a defesa do Benfica.
E depois o oportunismo do El Haddadi fez o resto.

Não conheço bem esta equipa do Benfica, mas no jogo de hoje gostei do Guedes e do Rochinha.

O Balde não esteve inspirado mas parece ser "craque".