segunda-feira, 14 de abril de 2014

Enorme desilusão de João Sousa

João Sousa caiu na 1ªronda dos ATP World Tour Masters 1000 de Monte Carlo,frente ao Italiano Fábio Fognini (número 13 do ranking mundial) com os parciais de 7-5,5-7 e 4-6.

João Sousa perdia por 5-3 no primeiro set,mas arregaçou as mangas e conseguiu a reviravolta.vencendo o 1ºset por 7-5.

No 2ºset o Português voltou a entrar muito forte e chegou a estar a vencer por 5-2 parecendo que iria acabar por vencer este encontro.
Mas era puro engano já que o Italiano com um parcial de 5-0 deu a volta e venceu por 7-5,pagando na mesma moeda que João Sousa no 1ºset.

No 3ºset João Sousa permitiu um break e nunca foi capaz de fazer o mesmo ao adversário,acabando por perder o set por 6-4 e consequentemente o encontro.

Tudo bem que o Italiano era o favorito,mas depois de vencer o 1ºset e estar a vencer o 2ºset por 5-2,João Sousa nunca poderia perder este encontro.
No final acabou por ser uma enorme desilusão esta derrota do meu conterrâneo Vimaranense,o que demonstra que ainda tem um longo caminho a percorrer se quiser chegar mais longe que o 38º lugar do ranking mundial (hoje caiu para 39º).

4 comentários:

Frederico Ventura disse...

Acho que é uma questão de tempo até chegar ao top 30 ou 25... quiçá sonhar mesmo com um top 20.
O João já mostrou N vezes serviço perante jogadores mais cotados.

Foi eliminado, paciência, para a próxima corre melhor.

Tomé Silva disse...

A mim o que mais custou foi a forma como perdeu.
A ganhar por 5-2 no 2 set nunca poderia deixar fugir à vitória.

Desde há uns anos que acompanho a sua carreira (não fosse ele Vimaranense) e até já tive a oportunidade de em 2 ocasiões trocar algumas impressões com ele.

É o melhor tenista Português de sempre, mas ao contrário de ti tenho sérias dúvidas que alguma vez entre no top 25.

Frederico Ventura disse...

A partir do momento que entrar no top 30 a morder os calcanhares do 25,acho que começam a "chover" ofertas de sponsers e de treinadores e acredito que se ele conseguir chegar aqueles lugares poderá aspirar algo mais. Por exemplo o Tsonga até há uns 6 ou 7 anos não era "ninguém" no ténis, e de um ano para o outro subiu 50 lugares (74º --> 20º) . O Tsonga hoje está à beira do top 10, porque raio não poderemos sonhar com lugares mais altos para o João Sousa? É uma questão de ganhar pontos mais pontos em grandes torneios, e nos torneios secundários tentar sacar a vitória, difícil mas não impossível.

Tomé Silva disse...

Espero estar enganado,mas o João parece estar nos seus limites,não parece dar muito mais que aquilo que tem dado.

Mas espero estar enganado,seria um orgulho para Guimarães e para Portugal ter um atleta no top do ténis mundial.