quinta-feira, 19 de junho de 2014

Diário do Mundial (3)

Austrália 2-3 Holanda

Foi um bom jogo de futebol,mas não esperava ver tantas fragilidades defensivas na Holanda.
Desde cedo pareceu que a Holanda esperava ganhar o jogo com a maior facilidade do mundo,mas a verdade é que teve de correr atrás do prejuízo para o conseguir.
Boa réplica da Austrália,mas que depois de estar vencer não conseguiu segurar o ataque "Laranja".
Apesar de ser ainda a 2ªjornada,com este resultado a Austrália diz adeus ao Mundial,enquanto a Holanda garante a passagem á fase a eliminar,sendo que um empate frente ao Chile basta para segurar o 1ºlugar e (provavelmente) evitar o Brasil.

Espanha 0-2 Chile

No jogo que podia decidir o futuro na competição,a Espanha voltou a mostrar enormes fragilidades no seu futebol,frente a um Chile muito organizado e que sabia o que fazer com a bola.
Vitória justíssima dos Sul-.Americanos e este resultado só pode surpreender quem não viu o jogo.
A Bi-Campeã Europeia e Campeã Mundial caiu com estrondo no Mundial do Brasil.
Acho que nem os maiores "Anti-Espanha" esperavam ver a Selecção Espanhola ser vergada por estes números.
2 derrotas em 2 jogos,1 golo marcado (e de penalti inexistente) e 7 sofridos.
Na última jornada joga com a Austrália,mas nem uma vitória limpará a sua imagem.
Por sua vez o Chile mostrou bom futebol nos 2 jogos que fez e mostra que pode ser uma Selecção a ter em conta neste Mundial e tenho um feeling que este será o Mundial de Eduardo Vargas.
Na última jornada o Chile joga com a Holanda e só uma vitória lhes dará o 1ºlugar.

Camarões 0-4 Croácia

Bom jogo de futebol,embora tenha quase semore sido de sentido único.
Ficou 4-0,mas poderia muito bem ter ficado 8-2 ou algo do género.
Tal como no 1ºjogo a Croácia demonstrou ter equipa para chegar á fase seguinte,embora para isso precise de vencer o México na última jornada (tarefa nada fácil).
Por seu lado os Camarões demonstraram demasiadas debilidades para sonhar com o quer que seja e ver jogadores a perder a cabeça e serem expulsos só piora muito as coisas.
Lamentável a cena perto do fim do jogo entre Assou-Ekotto e Moukandjo,o que demosntra que as coisas não andam bem na equipa.
Mas esperemos pelo que dirá Eto'o quando o Mundial acabar...

Jogos de hoje:

Colômbia - Costa do Marfim 17.00h
Uruguai - Inglaterra 20.00h
Japão - Grécia 23.00h

3 comentários:

Frederico Ventura disse...

Espero que Portugal tenha aprendido o que não deverá fazer contra os EUA. A meu ver "la Roja" entrou preocupada com o goal average, e viu-se que queriam resolver/marcar o mais rapidamente possível, mas saiu-lhes tudo ao contrário.

Agora para nós.
Mais importante do que marcar 1, 2 5 ou 6 golos, será mesmo garantir os 3 pontos. 1-0 para nós chega para nos mantermos vivos, um empate deixa-nos ligados à máquina.

Tomé Silva disse...

Quando vi o 11 inicial da Espanha também fiquei com sensação de que iriam arriscar tudo,só que dentro do campo foi o que se viu.

Não concordo com o facto do goal average estar acima do confronto directo nos critérios de desempate,mas a verdade é que as regras são iguais para todos e já se sabia que era assim.

Partilho da tua opinião,Portugal tem é de entrar para ganhar sem se preocupar em demasia com os golos.
Acho que 2 vitórias chegam para passarmos,1 empate frente aos E.U.A. é quase uma sentença de morte.

É verdade que a bola é redonda,mas depois de ter visto o Gana - E.U.A.,estou mais preocupado coms os Africanos que com os Americanos.
E muito honestamente,acho que pior inimigo somos nós mesmos...

Frederico Ventura disse...

A Espanha foi claramente contra os seus princípios de jogo, o tal jogo organizado e paciente deu lugar ao chuto para a frente que está lá o Diego.

Por mim, no domingo ia assim

Beto

Pereira
Neto
Alves
Almeida(Veloso)

William
Amorim
Meireles(Moutinho)

Nani
Eder
Ronaldo